terça-feira, maio 31, 2005

Cama Vazia

Sonho distante e perto.
Hoje sem sonho nas mãos,
nem rio a banhar um corpo. Frio.
Dissolveria sonho em sono profundo,
se pudesse fechar os olhos.

Débora H.
27 de Maio de 2005.

Um comentário:

Carlos disse...

Pequeno mais simpático. Gostei. bjs e uma ótima semana...