quinta-feira, março 16, 2006

O mundo é grande

O mundo é grande e cabe
nesta janela sobre o mar.
O mar é grande e cabe
na cama e no colchão de amar.
O amor é grande e cabe
no breve espaço de beijar.

Carlos Drummond de Andrade


Ontem tive de achar uma palavra que me definisse.
Nem uma frase nem um poema, uma palavra.
Não foi fácil, mas achei "mundo"...
E acharam que eu realmente tinha "cara" de "mundo"!
Não encontrei poema que resumisse o "meu mundo",
mas este do Drummond é lindo.
E vocês? Resumiriam-se com que palavra?


Imagem retirada deste Site

8 comentários:

Silvio Vasconcellos disse...

Oi Debih!

Muito obrigado pelas tuas palavras em meu blog. Meus textos e poemas estão sempre a tua disposição para publicação em teu blog, porque considero uma grande honra.

Quanto a palavra a definir-me, não tive dúvidas: UNIVERSO

Tem poesia, unidade e infinito.

Um abraço,

Sílvio

Roberto disse...

Olá Debih!

Sinto-me tímido em escrever no teu blog. Tu és uma grande poeta, além de ter um bom gosto raro de se encontrar. Sou fã das poesias de Drummond! Adoro sua simplicidade quase infantil e sua capacidade de sintetizar tantas sensações em tão poucas palavras.

Resumir-me em uma palavra? Complicado...
Talvez "vento"... inquieto, incerto, tentando sempre mudar.


Beijos,
Roberto

Raul disse...

Olá,
Primeiramente gostaria de dizer que C.D.A é maravilhoso e qualquer escrito que seja dela nos remete ao amor e a alegria, percebo também que seu blog é muito interessante e queria deixar um poeminha de Carlos que me resume bastante:

"Nascer outra e outra vez indefinidamente
como a planta sempre nascendo da primeira semente;
Pensar o dia bom até criar a claridade e nela descobrir
a primeira sílaba
da primeira canção."

Muito bonito não é?

Vianna disse...

Mudo tão constantemente que não conseguiria me resumir em um livro inteiro...

Bom, talvez esteja aí a palavra: metamorfose

Abraços,
Vianna

thaline disse...

São tantas as palavras que hoje me definem, e amanha já nao mais... mas creio que ultimamente, a que mais me caracteriza é "incompletude". Não um incompleto de precisar de alguém, mas um incompleto de faltarem várias coisas, e sentimentos, com sentido.

beijinhos. Que bom que os meus textos, de uma forma ou de outra, te tocam. :)

Fabio Rocha disse...

Irresumível ;) Bjs

Fabio Rocha disse...

mutante

neotenia disse...

Neotenia...

Segundo Marcos Nogueira: "Neotenia: Manutenção de características infantis na idade adulta."