quinta-feira, setembro 09, 2004

Sobre uma noite de verão...

Se regido ou não pelo destino,
é fato que o mundo gira...
E é certo que de volta em volta,
inventa, experimenta.
E sem que ninguém entenda,
em uma noite fria, faz horas vivas.
E não une apenas corpos
pelas bocas que se beijam,
une almas (?)
(que dão a impressão de fundirem-se
no singelo abraço ou pelos
olhos de intensa luz,
que falam mais que as próprias palavras).
E como das voltas surgiu o inesperado,
as horas viraram uma noite,
e as idéias, enfim,
mais um poema.


Débi
Janeiro de 2004

3 comentários:

Anônimo disse...

Dorothy Parker; Mais uma vez... Shakespeare, com
Macbeth - Ato Terceiro - Cena II; Um Beijo - Vinícius de Moraes e Sobre uma noite de verão, da nossa shakespereana Débi...Guria; A-M-E-I! Valeu a pena o tempo que não entrava no ciberespaço, para encontrar essas jóias raras que deixaste registradas, mais uma vez, nesse recanto que respira e aspira pelas "palavras belas” e tão bem selecionadas. Macbeth, nesse Ato Terceiro - Cena II, perpassa uma realidade tão forte e atual...quantas vezes tomamos atitudes que não correspondem, exatamente, ao que nosso "coração" sente, mas devido as algumas circunstâncias, somos levados a utilizar "máscaras sociais", eu diria, "protetoras", uma “adesão” passageira, mas necessária, no momento, para continuarmos em nossa caminhada histórica e não amputá-la de vez...E seus versos, lembrou-me "Sonhos de uma Noite de Verão", você sabe! Magia e Amor! Super Obrigada, mais uma vez, pelo presente de ter te conhecido e assim, receber esses "presentes preciosos" que encontro aqui. Grande beijo, minha linda gauchinha! De sua fãzona e admiradora, Ceci.

Anônimo disse...

Oi mocinha! Muito legal isso!!! E veio bem a calhar, sabe? Ando atrás de palavras pra animar alguém que, por conta dessas idas e vindas, acabou ficando só... Grande beijo!

Debih disse...

Pra quem comentou aqui em cima...
Nunca tinha pensado que o que eu escrevo podia um dia ajudar alguém... Legal...
Brigada pelo comentario!
E outro grande beijo!