quarta-feira, julho 12, 2006

Momentos

Ontem vi olhos curiosos
entrarem por uma porta
que parecia levar
a um mundo de imaginação.
Palhaços de cara pintada
e bolas e mil e uma cores de tinta.
Presentes, Papai Noel,
e sorrisos e carinho e atenção.
O tempo voou como no relógio
de um coelho apressado, levando
Alice ao País das Maravilhas.
O dia se pôs feliz.
E percebo que vale a pena lutar.

Hoje vejo olhos lacrimejando
e expressões de pranto.
Seguem todos lentamente
com soluços silenciosos.
Na multidão, vejo apenas
três faces serenas.
Uma delas encontrou a paz.
As outras o sabem, talvez por isso
parecem aliviadas.
Mas pesa o coração e a alma
de quem contra o tempo lutou
e não pôde a morte vencer.
As lágrimas, também
em meus olhos convencem:
a luta continua.

Débora L.H.
Dezembro 2005


        Esse poema retrata algo que marcou a história do LEO Clube Novo Hamburgo Terceiro Milênio e dos seus sócios: realizamos uma festa de Natal, para 90 crianças da Ação Encontro, e também três Campanhas de Cadastro de Doadores Voluntários de Medula Óssea, para ajudar uma menina de 07 anos que precisava de transplante. Infelizmente a menina faleceu uma semana depois da festa, o que me fez escrever um comparativo entre ambas as situações.
        O poema não ficou dentro do estilo que tenho escrito nos últimos tempos, mas mesmo assim participei com ele do Concurso de Poesia Tema LEO, da última Conferência do Distrito LEO LD-2. Não foi a vencedora, mas como tem um significado muito importante pro pessoal do Clube, que chorou junto comigo enquanto eu lia lá no palco :), posto aí!

6 comentários:

Moita disse...

Debi

Ele conta uma história e é o retrato do seu envolvimento com o caso. Bonito.

Apareça na Moita. Não sou muito bom em lidar com perdas.

Um cheiro

Fabio Rocha disse...

Oi, Débi. Vim te visitar. Beijos

Urubatan disse...

Este comentário não tem nada a ver com este post :D
seguinte, estive olhando e não existe nenhuma forma nacional de "propagandas em blogs", estava pensando em um serviço tipo o http://www.blogads.com/, o que tu acha da ideia? acha que teria interesse? ou melhor, tu te interessaria em participar de algum esquema assim?
A ideia é basicamente os bloggers podem vender propaganda para os seus blogs, as propagandas seriam por tempo determinado e não por click, ou no máximo por page view, mas com certeza não por click.
o sistema iria entrar em contato com possiveis anunciantes, ou anunciantes de outros blogs para vender anuncios nos demais blogs, os anuncios só aparecem no teu blog se tu aprovar eles. eles estando aprovados tu ja recebe 90% do valor que o anunciante pagou pelo periodo que o anuncio vai aparecer ...
pensei em montar uma estrutura assim, mas quero ver se tem interesse primeiro, se vale a pena o investimento ...
não curto muito os AdSense da vida, por que tu nunca sabe quanto tu vai ganhar, e ainda corre o risco de ficar fazendo propaganda de um monte de coisas e não ganhar absolutamente nada :S
Bom, se tu curtir a ideia me manda um e-mail pra urubatan ( AT ) gmail ( DOT ) com :D
valeus e desculpa incomodar :D

Raquel disse...

o mportante é como vc disse que isso tenha valor pra voces, e ademais é sempre mil vezes melhor ter tentado do que ter ficado de braços cruzados...
e enfim, parabens pela atitude de vcs...
de verdade.

Ana disse...

Olá!
Estou postando pra contar o q me aonteceu:
Eu estava num site de busca, procurando por uma poesia q pudesse mais ou menos retratar o q eu sinto nesse momento...Foi entaum q no primeiro site q cliquei veio esse poema...Isso soh me fez acreditar ainda mais em destino!
Meu professor morreu anteontem de leucemia, após um transplante q naum deu certo...Mas em nenhum momento deixou de lutar, assim como a menina de 7 anos q está no comentário...
Seu poema traduz tudo da melhor maneira, uma verdadeira homenagem, q eu estou tomando como minha homenagem também...
PARABÉNS E OBRIGADA!

Silvio Vasconcellos disse...

...E na noite de Natal
Antes da ceia tão esperada
Faça a pergunta fundamental:
Consegui fazer o menino sorrir
Ou deixei o ano passar igual?

Feliz Natal 2006

Sílvio Vasconcellos